Apresentação

Gerar, disseminar e debater informações sobre CONSUMERISMO, sob enfoque de Saúde Pública, é o objetivo principal deste Blog produzido no Laboratório de Vida Urbana, Consumo & Saúde - LabConsS da FF/UFRJ, com apoio e monitoramento técnico dos bolsistas e egressos do Grupo PET-Programa de Educação Tutorial da SESu/MEC.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Remédio proibido pela Anvisa é vendido livremente na internet

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária proibiu a fabricação, distribuição, comercialização e uso do remédio desde 2009. Na embalagem não consta o nome do fabricante, nem a fórmula do medicamento. 

video


Um remédio proibido pela Anvisa, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, está sendo usado livremente por brasileiros para tratamento da dor. O medicamento não é encontrado em farmácias, mas tem venda livre na internet.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

'Nós hipotecamos o futuro', critica sociólogo polonês

Zygmunt Bauman avalia as crises e os protestos que se espalham por diversas capitais da Europa e do mundo. Entre causas e efeitos, ele sugere uma radical mudança de comportamento da sociedade como possível solução para o grave problema mundial.



Em agosto de 2011, uma revolta em Londres chamou a atenção do mundo. Sem liderança aparente ou qualquer tipo de exigência, jovens foram às ruas. Incendiaram e saquearam lojas, invadiram shopping centers e destruíram símbolos da sociedade de consumo que os excluía.

A questão era intrigante. O que levou essas pessoas a essas ações violentas? Embora compartilhassem o contexto de crise econômica e falta de oportunidades com aqueles que levaram a cabo os movimentos da Primavera Árabe, os jovens do Reino Unido não queriam transformar a ordem. Segundo o sociólogo Zygmunt Bauman, “foi uma revolta de consumidores desqualificados”. Eles queriam, na verdade, participar do sistema. O sociólogo viu naquela revolta o símbolo do momento em que vivemos. Para Bauman, aqueles jovens demonstraram a crise de um sistema consumista que hipotecou o futuro, desmantelou gradualmente as estruturas que mantinham a coesão social e comercializou a moral.

Fonte: GloboNews.
Disponível em: http://g1.globo.com/globo-news/noticia/2012/01/nos-hipotecamos-o-futuro-critica-sociologo-polones.html

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Chia e óleo de coco para emagrecer



A produção do programa percorreu as ruas e observou que a população não faz ideia do que se trata a chia. Em reportagem, o Mais Você mostrou que a sementinha é poderosa, ajudando a combater o colesterol, as doenças cardiovasculares, a hipertensão e o diabetes.

Na verdade, a chia emagrece porque o gel que ela forma no estômago dá uma sensação de saciedade e isso diminui a fome. Além disso, a chia tem ômega 3 e combate os processos inflamatórios. Como a gordura é uma inflamação nas células, isso é evitado. Outro ponto que ajuda no emagrecimento é a capacidade que o grão tem de desintoxicar o organismo.

“A chia é a semente da sálvia, então toda semente é muito concentrada em nutrientes, como tem uma boa quantidade de óleo, o bom é que você consuma a semente”, orientou a nutricionista Mônica Dalmácio. “A chia, como a linhaça, por ser uma boa fonte de ômega 3. O ideal é que você coloque as sementes no vidro hermético, bem fechado, com pouco ar e coloque na geladeira ou, pelo menos, um lugar fresco longe da luz solar”, indicou ela.
Outra novidade para quem deseja perder os quilinhos indesejados é o óleo de coco. “Virou febre nos Estados Unidos por causa do seu efeito na queima de gorduras. Em um estudo realizado por lá, ficou constatado que o óleo que é extraído do coco pode dobrar o número de quilos perdidos durante uma dieta”, ressaltou Ana Maria Braga.

“Eles adicionaram óleo de coco à massa do muffin (que é um bolinho) e sobre os pratos de comida das principais refeições dos participantes, que acabaram emagrecendo bem mais do que o esperado pelos próprios pesquisadores. Na barriga, então, o resultado foi incrível:
Sete vezes mais perda de medidas do que em uma dieta comum”, destacou a apresentadora.

Na casa, a apresentadora experimentou o óleo de coco e contou como é o sabor. “Ele não é doce, não é salgado, mas tem o gostinho do coco”, disse ela. Ana ainda informou que o preço destes produtos ainda é bastante alto no Brasil.


Fonte: Mais Você.
Disponível em:http://maisvoce.globo.com/MaisVoce/0,,MUL1677224-10345,00-CHIA+E+OLEO+DE+COCO+CONHECA+OS+ALIADOS+NA+GUERRA+CONTRA+A+BALANCA.html

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Letras em embalagens ficam ainda menores

video

Muitas indústrias estão diminuindo o tamanho dos rótulos. Os consumidores reclamam que quem ter uma informação melhor tem dificuldade. A estratégia contraria o Código de Defesa do Consumidor.


Fonte: Bom Dia Brasil -18-10-2011
Disponível em: http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1665971-7823-LETRAS+EM+EMBALAGENS+FICAM+AINDA+MENORES,00.html

domingo, 16 de outubro de 2011

Segredos da filmagem de alimentos para comerciais

video

O diretor de fotografia Alex Fernbach mostra em seu estúdio como alimentos são preparados para a filmagem de propagandas para a televisão.

Fonte: Veja - 15 de Outubro de 2011
Disponível em: http://veja.abril.com.br/multimidia/video/os-segredos-da-filmagem-de-alimentos-para-a-tv

sábado, 19 de fevereiro de 2011